ISSN (International Standard Serial Number)

ISSN é a sigla em inglês para “Número Padrão Internacional para Publicação Seriada”, sendo um código aceito internacionalmente para individualizar o título de uma publicação editada com periodicidade, como revistas, periódicos, entre outros e de caráter científico ou não.

Este código permite identificar o título de uma publicação seriada durante todo o seu ciclo de existência (fase de lançamento, circulação e encerramento), tornando-o único e exclusivo do título da publicação ao qual foi atribuído. Seu uso é padronizado pela norma internacional ISO 3297:2007 – International standard serial number (ISSN) e, no Brasil, pela norma ABNT NBR 10525:2005 – Número Padrão Internacional para Publicação Seriada – ISSN.

O número de ISSN é composto por oito dígitos distribuídos em dois grupos de quatro dígitos cada, ligados por hífen e precedido sempre por um espaço e a sigla ISSN.

Exemplo: ISSN 1018-4783.

Onde solicitar o número de ISSN

O ISSN é atribuído por centros nacionais e regionais da rede internacional do ISSN. No Brasil, o Centro Brasileiro do ISSN (CBINSS), vinculado ao Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), é o responsável pela concessão de números de ISSN que podem ser solicitados, sem custos, para publicações seriadas impressas ou eletrônicas como: revistas científicas, magazines, jornais, anuários, anais de congressos ou eventos, séries monográficas, dentre outras.

O número do ISSN não é obrigatório, mas é considerado um parâmetro para o controle de qualidade, por exemplo, de revistas científicas e, também, um critério de indexação em bases de dados nacionais e internacionais.

O ISSN identifica uma publicação seriada independentemente de seu idioma ou país de origem e colabora para fazer a distinção entre publicações seriadas com títulos semelhantes ou com o mesmo título.

Todas as publicações seriadas com ISSN podem ser consultas na base de dados internacional do ISSN.

Publicações que não recebem número de ISSN:

  • web sites comerciais, páginas pessoais na web, páginas da web que contenham apenas links para outras URLs;
  • publicações em PDF, cuja página (URL), seja disponibilizada com a extensão PDF;
  • folders, cartazes, hotsites e blogs;
  • publicações impressas como: agendas, manuais, folders, cartazes, livros, material didático, publicações com periodicidade definida (coleção fechada), calendários, mapas e catálogos de exposição.

Para publicações que já possuem número de ISSN, não resulta em atribuição de novo número:

  • mudança de editora;
  • mudança de local de publicação;
  • mudança de frequência;
  • mudança de política editorial.

 Fonte: Centro Brasileiro do ISSN.

Para solicitar um número de ISSN siga as orientações no site: cbissn.ibict.br

Ainda ficou com dúvidas? Entre em contato com o Setor de Apoio à Avaliação, Pesquisa e Publicação pelo e-mail biblioteca.apoio@pucrs.br ou pelo telefone (51) 3353-6073.